Notícias

Categorias  


Gestores Governamentais ministram disciplina na Academia de Polícia

17/10/2017



Gestores governamentais da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag-PE) estão ministrando uma disciplina sobre gestão por resultados no curso de formação da Academia de Polícia. A aula inicial da turma de novos delegados da Polícia Civil e novos integrantes da Polícia Científica, realizada no dia 3 de outubro, abordou conteúdos relacionados ao Modelo de Gestão de Pernambuco, mais especificamente à avaliação por indicadores no contexto do Pacto pela Vida.

Na ocasião, os gestores governamentais Ricardo Albuquerque, Katarina Santiago, Hugo Medeiros e Cíntia Notaro, da Secretaria Executiva de Gestão por Resultados (SEGPR), fizeram uma exposição dos conceitos mais importantes da avaliação por resultados na administração pública, sistema de gestão estratégica e indicadores. A inserção desses conteúdos nos cursos de formação de novos policiais vinha sendo articulada há dois anos.

“Trata-se de uma oportunidade de anteciparmos a estes profissionais a didática de avaliação e a construção participativa com as forças de segurança nos temas indicadores e política pública. Esta ação irá facilitar tanto nosso entendimento com estes servidores como a percepção dos mesmos em relação ao ciclo completo do trabalho envolvendo o Pacto pela Vida”, pontua o gestor governamental Ricardo Albuquerque, ex-policial civil e supervisor de área no Núcleo de Gestão por Resultados na Defesa Social (NGR-SDS).

Segundo a gestora governamental Cíntia Notaro, ex-policial militar, o envolvimento da equipe nesta fase de formação fortalece a construção de futuro relacionamento baseado na transferência de conceitos, evitando naturais distorções acerca do entendimento dos processos. “Isso atenua nossa dificuldade com um grande número de servidores que desconhecem até aspectos gerais do Pacto pela Vida”, destacou.

O processo de validação documental e de perfil para que os gestores governamentais da Seplag se tornassem professores nas esferas policiais do Poder Executivo estadual incluiu, entre outras coisas, a exigência de curso de licenciatura ou experiência certificada de instrutoria em atividade, bem como conhecimento em gestão por resultados no setor público.

“Passamos a participar desse viés educacional que muito irá auxiliar futuros policiais na compreensão da estratégia de segurança pública, transmitindo aos mesmos a importância da avaliação e do ciclo de gestão praticado no Estado”, comentou a gestora governamental Katarina Santiago, que também atua como docente do ensino superior.

As aulas acontecem nas dependências da Faculdade Guararapes, em Jaboatão dos Guararapes. Ao todo serão capacitados 1.413 novos policiais, com previsão de entrada em exercício no primeiro trimestre de 2018. São delegados, agentes, escrivães, médicos legistas, peritos, auxiliares de legista e auxiliares de perito, totalizando 36 turmas.


Fonte: Portal Seplag-PE

ComentáriosConfira opiniões e avaliações de clientes!

Enviando Comentário Fechar :/

Voltar